Advertisement

Image Map

[Resenha] A Pedra Lunar.


[Resenha] A Pedra Lunar:




Livro: A pedra  Lunar
Autora: Alcimare Dalbone
Ano de Lançamento: 2015
Número de Páginas: 174
Editora: Chiado Editora
Classificação: 










 Sinopse:

O mundo está sendo devastado e a única pessoa capaz de salvá-lo é Elriel, uma feiticeira que não tem domínio de seus poderes. Martin é o feiticeiro que se oferece para treiná-la e mesmo sem confiar nele, os dois terão que seguir juntos numa jornada cheia de aventuras e mistérios. O que ela não contava era que fosse ficar perdidamente apaixonada por ele. 

“Aquilo estava demais pra mim. Aqueles olhos azuis cada vez mais profundos nunca estiveram tão perto, meu coração batia num ritmo descompassado, mesmo eu estando ciente da falsidade por trás daquelas palavras. Mas, ao mesmo tempo, que outra forma eu arranjaria pra continuar sem que ele soubesse da verdade? Sabia que precisava resistir aos meus sentimentos, mas a única coisa que conseguia sentir naquele momento era seu hálito fresco cada vez mais perto, e quando seus lábios macios tocaram os meus já não havia mais fingimento algum, só entrega. Aquilo era loucura e só pioraria a situação, mas por alguns instantes esqueci até de quem eu era e de onde estava; os motivos então ficaram muito distantes. Só o que existia era Martin e eu.”


Sobre o Livro:

Desde a primeira página do livro já mergulhamos na história e vemos nossa protagonista Elriel em uma aldeia em chamas, onde surgi uma figura misteriosa em um cavalo branco que ao mencionar algumas palavras estranhas faz chover. Então Elriel é tirada das chamas e devido ao cansaço físico acaba adormecendo, porém ao acordar o que ela e nós leitores vamos descobrir é que a figura misteriosa se trata de Martin um feiticeiro que veio com o proposito de ajuda-lá a resgatar a pedra lunar, já que ela é a garota que aparece sempre em seus sonhos como a escolhida pela pedra. Mesmo assustada e tendo que confiar em um estranho nossa protagonista revela fatos do seu passado e que desde criança fazia coisas incríveis, como fazer flutuar até suas mãos uma boneca que estava em uma prateleira alta, porém preferi-o esconder suas habilidades.

A pedra lunar é um artefato mágico e poderoso onde em seu interior foi aprisionado Zaturos nosso vilão perverso que levou consigo o Limiar da magia, onde o usa para devastar o mundo buscando finalizar seus planos. Então fica bem claro que a pedra não pode cair em mãos erradas colocando em Elriel o peso dessa responsabilidade, fora os conflitos em que se encontra como: as duvidas do seu passado, duvidas sobre confiar ou não em Martin e em ser uma feiticeira sem controles de seus poderes. Conforme o livro vai se desenvolvendo Martin continua  dando algumas informações que vão dar inicio a algumas respostas em nossa jornada e aos mistérios que vem com ela. 

Os personagens são muito envolventes, tanto Elriel e Martin como Samir que chamou muito a minha atenção, aumentou alguns mistérios, fez surgi dúvidas na minha cabeça e ao meu ver enriqueceu a história e formou um trio que me surpreendeu bastante. O Livro é narrado por Elriel que mesmo confusa não deixa a narrativa chata, tediosa ou melosa. Gostei bastante dos mistérios que vão surgindo e a linha de conexão do passado justificando e mostrando as respostas para várias dúvidas e isso deixou a leitura mais rápida (ligando aquele botão: Não vou parar de ler agora! kkkk). A arte da capa também está linda e simples, me fez lembrar aquelas capas antigas e despertou uma beleza única ao livro. Alcimare não deixou pontas soltas e como já disse a conexão que ela fez na história não deixou nada a desejar.

[Resenha] Para Sempre (Os Imortais vol.1)

[Resenha] Para Sempre (Os Imortais vol.1) :




Livro: Para Sempre
Autora: Alyson Noël
Ano de Lançamento: 2010
Número de Páginas: 255
Editora: Intrínseca
Classificação: 










Sinopse:

Ever Bloom tinha uma vida perfeita: era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante. Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora, além de todas essas transformações em sua vida, ela precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém. É insuportável. Ela foge do contato humano, esconde-se sob um capuz e não tira dos ouvidos os fones do i-pod, cujo som alto encobre o som das mentes a seu redor. Até que surge Damen. Tudo parece cessar quando ele se aproxima. Só ele consegue calar as vozes que a perturbam tão intensamente. Ever não entende o porquê disso, mas é incapaz de resistir à paz que ele lhe proporciona, à sensação de, novamente, ser uma pessoa normal. Ela não faz ideia de quem ou o quê Damen realmente é. Sua única certeza é estar cada vez mais envolvida... e apaixonada.





Sobre o livro:

O livro é narrado em primeira pessoa e observamos o ponto de vista da nossa protagonista Ever Bloom. Uma adolescente tipica americana que ao perder toda a sua família em uma tragedia se ver perdida e acolhida por uma tia. Além de Ever passar por essas grandes mudanças, ela descobre que consegue ver a aura das pessoas, saber sobre suas vidas, ler seus pensamentos e ter contato com o espirito de sua irmã. Com a dor da perda e esse  mundo novo se revelando Ever começa a se achar estranha, a evitar contato com as pessoas e a escutar música alta em seus fones de ouvido tentando evitar ao máximo escutar os pensamentos em sua volta. O que ela não sabia era que existia uma pessoa no mundo que seria imune ao seu dom. Damen aparece misterioso, envolvente e intrigando Ever que busca descobrir mais sobre ele e quem ele realmente é.  

O livro é focado então em Ever, o mistério que cerca Damen e o relacionamento desses personagens. Conforme a história foi se desenrolando achei que se tratava de anjos, depois achei muito parecido com vampiros e apesar de me lembrar crepúsculo até na descrição da vilã, o livro surpreendeu me mostrando uma proposta completamente diferente da qual eu esperava. Sem falar nessa capa linda, achei a capa chamativa, intensa e maravilhosa.

Porém achei a história fraca e apesar da simplicidade achei a escrita um pouco cansativa. O livro é bom, traz algo diferente, mas não dá para exigir muito (tenho vontade de ler a sequencia para observar a evolução da história, dos personagens e as respostas que tem a oferecer).


Frases do Livro:



"Você me aceitou pelo que sou e não pelo que eu queria que fosse. Só queria que fosse feliz".

“Perto dele tenho uma incrível sensação de paz, penso que sou uma pessoa normal outra vez”.

"Desde o acidente eu só me lembro claramente de uma coisa: Eu morri".
 "O perdão cura. Sobretudo quando perdoamos a nós mesmos".


[Resenha] A Verdadeira Bela.

[Resenha] A verdadeira Bela:



Livro: A verdadeira Bela
Autora: Li Mendi
Ano de Lançamento: 2013
Número de Páginas: 159
Editora: Editora Highlands
Classificação: 











Sinopse:

Nicole está prestes a entrar para uma agência de publicidade famosa e lá enfrentará o conflito entre a auto-imagem e a visão distorcida dos seus colegas a seu respeito. A pressão psicológica que acontece com bullying nas redes sociais será vencida por um grande amor, que surge para fortalecê-la e protegê-la de todos os preconceitos.

Fernando é admirado por seu dinheiro e poder, mas, no fundo, luta contra uma secreta baixa auto-estima. Com medo da própria imagem que forma no olhar do outro, ele se critica e se fecha. Até que um dia seu caminho se choca com o de Nicole e os dois aprendem juntos que o amor não é cego. Ele vê com clareza o que nem todos veem: a verdadeira beleza completa do ser amado.

Com muito bom humor, este livro irá tomá-lo do começo ao fim e envolvê-lo em uma estória que fala de um homem tentando entender o seu passado e de uma garota lutando pelo seu futuro. De repente, os dois se veem um de frente para o outro e descobrem a essência de um amor eterno.


Sobre o Livro:


O livro é narrado em  primeira pessoa e temos Nicole e Fernando como nossos protagonistas. Temos o detalhe da história ser contada por  Nicole e também por Fernando dando um toque único ao livro, pois podemos observar e entender os dois lados e isto nos revela muitas coisas. É um livro que tem muito romance, é leve e também muito engraçado (não consegui parar de ler ! ). Desde a primeira página já mergulhamos e nos prendemos na história da atrapalhada Nicole que tem como o dia mais importante a sua entrevista de emprego na empresa True-B e por um acaso do destino ela acaba se esbarrando com um prato de estrogonofe em Fernando na praça de alimentação. Apesar desse imprevisto Nicole e Fernando percebem uma ligação intensa que parece transcender de outras vidas.

A forma que Li Mendi escreveu o livro nos mostrando o lado dos dois personagens e eles interagirem com os leitores nos prende a atenção de uma forma simples e divertida. O livro é lindo e também aborda casos importantes como o bullying nas redes sociais. Posso acrescentar que a história cumpre o que promete, é bem-humorado, é um nacional que nos cativa e eu super recomendo.



[Resenha] Se você me chamar eu largo tudo... mas por favor me chame.

[Resenha] Se você me chamar eu largo tudo...Mas por favor me chame:



Livro: Se você me chamar eu largo tudo...Mas por favor me chame.
Autor: Albert Espinosa
Ano de Lançamento: 2015
Número de Páginas: 154
Editora: Verus
Classificação: 










Sinopse:

Um homem revive seus dias de menino em busca de si mesmo. Uma história terna e emocionante de perdas, ganhos e aprendizados.

Dani se dedica a procurar crianças desaparecidas. No mesmo instante em que sua mulher faz as malas para ir embora de casa, ele recebe o telefonema de um pai desesperado lhe pedindo ajuda para encontrar seu filho. O caso o levará a Capri, onde virão à tona lembranças de sua infância e das duas pessoas que mais o marcaram: o afetuoso sr. Martín e o forte George. O reencontro com o passado levará Dani a profundas reflexões sobre sua vida, a história de amor com sua esposa e as coisas que realmente importam.

Se você me chamar eu largo tudo... mas por favor me chame é um livro forte e ao mesmo tempo delicado, que vai permanecer com o leitor muito depois que ele virar a última página. 


Sobre o livro:

O livro inicia com o rompimento de Dani e sua esposa, o fazendo lembrar e trazendo a tona as pessoas importantes que conheceu (as perolas de sua vida), suas vivencias e tudo de valioso que aprendeu e o levará a construir o seu caminho. Ele então conta o que aconteceu em sua vida e explica também  o por que seu relacionamento chegou a tal ponto. O livro é narrado em primeira pessoa e Dani é o nosso personagem principal que teve problemas na infância com relação a seu tamanho e a perda dos pais .O título é de uma música espanhola e me surpreendeu pois o livro é muito mais do que o titulo te faz imaginar, suas técnicas literárias chamam a atenção do leitor por sua simplicidade e nos prende na história com sua imensa beleza . O personagem é forte e podemos observar que ao mesmo tempo que busca sua felicidade e se encontrar, ele cresce e nos leva a reflexão. O livro é repleto de frases delicadas, de grande significado e de uma beleza única. A arte da capa é maravilhosa, os capítulos são curtinhos tornando a leitura leve e rápida.





Frases do livro:


“E não disse nada, porque, quando você passa anos aceitando que sua vida é o que acontece com você e não o que você cria... lamentavelmente acaba se acostumando.” 

"Amar só se pode conjugar no passado. Eu amei… Querer é no presente, amar é no passado."

"A felicidade não existe, Dani. Só existe ser feliz a cada dia."

“Quem dera sempre tentássemos entender as pessoas antes de julgá-las. E quem dera as pessoas fossem capazes de ser honestas e nos contar sua vida para que pudéssemos valorizá-las com compreensão.” 


[Resenha] Pó de Lua.

[Resenha] Pó de Lua:



Livro: Pó de Luan
Autora: Clarice Freire
Ano de Lançamento: 2014
Número de Páginas: 192
Editora: Intrínseca
Classificação: 











Sinopse:

Em 2011, discretamente, a publicitária Clarice Freire criou no Facebook uma página para reunir seus escritos e desenhos. Batizou-a como 'Pó de Lua', sua receita infalível 'para tirar a gravidade das coisas'. Desde então, ela vem conquistando uma legião de fãs fiéis e engajados, que se encantaram com a delicadeza de seus pensamentos, seu humor sutil e o traço despretensioso, que combina desenho e até fragmentos de palavras. Entre eles, estão personalidades como a atriz Grazi Massafera e a apresentadora Ticiane Pinheiro. Da internet para as páginas de um livro, foi mais um salto para a jovem autora recifense. Ela surpreende seus admiradores com uma proposta diferente. Pó de lua, o livro, tem o formato de um dos cadernos moleskine em que Clarice exercita sua criatividade. Inspirada pelas quatro fases da lua - minguante, nova, crescente e cheia - ela trata em frases concisas e certeiras de sentimentos como a saudade, o medo, a paixão e a alegria, sempre em sua caligrafia característica, ilustradas com muitos desenhos.


Sobre o livro:

De cara me interessei pela capa, achei os detalhes únicos e incríveis (a cor, o nome é interessante e etc). Confesso que não conhecia a poesia da Clarice Freire e me surpreendi bastante. O livro é fino e super rapidinho de ler, porém seus textos leves e de enorme delicadeza também nos proporciona reflexões importantes. O livro é dividido em quatro partes conforme as 4 fases da lua o poema nos mostra uma grandeza de sentimentos e a cada menagem passada vem ilustrações lindas, essa particularidade deixou o livro mais tocante, dando uma leveza maior e simplicidade a cada detalhe. Então é muito fácil de gostar e se envolver no seu poema.



Frases do livro:

"Um beijo apaixonado vem depois de dezenas apressados" - Pó de Lua.
"Tenho coisas tão gritantes a dizer que elas me calam. "  - Pó de Lua.
"Ela achava que andar sem rumo era poesia. E andar rumo a ela era tudo que ele fazia" - Pó de Lua.




[Resenha] Soul Love: A noite o céu é perfeito


[Resenha] Soul Love: A noite o céu é perfeito:


Livro: Soul love: a noite o céu é perfeito.
Tradução: Lynda Waterhouse
Ano de Lançamento: 2006
Número de Páginas: 208
Editora: Melhoramentos
Classificação: 











Sinopse:
Jenna não quer trair os amigos e não revelará o que se esconde por trás de sua expulsão do colégio, assumindo toda a culpa sozinha. Como castigo sua mãe a levou para passar algum tempo com uma tia numa tediosa cidadezinha do interior. É lá que Jenna encontra Gabe, um rapaz autêntico, melancólico e reservado. Completamente diferente de todas as outras pessoas ela conhece. É inevitável: Jenna se apaixona por ele. Será que Gabe é sua alma gêmea? Ele mostra a Jenna a beleza de um céu noturno sem nuvens, escuro, um contraste perfeito para o brilho das estrelas. E, em meio a livros, música, poesia e noites estreladas, o sentimento entre eles se torna cada vez mais forte. Mas Cleo, uma garota antipática que tem uma ligação muito estranha com Gabe, não está gostando nada desse romance. Afinal, ela não quer que ninguém mais saiba o grande segredo de Gabe...

Sobre o Livro:

Como citado na sinopse Jenna teve problemas no colégio e por assumir os atos dos amigos acabou sendo expulsa, gerando assim um problema de convivência com sua mãe,que acabou mandando-a passar as férias com sua tia. Jenna desde então se pega vivendo com sua tia Sarah em uma cidadezinha pacata, longe dos seus amigos, entediada e também tendo que da suporte a sua tia, que cuida de um sebo de livros e acabara de sair de um relacionamento. Porém o que Jenna não esperava é que seus dias não continuariam calmos por muito tempo e acabaria conhecendo Gabriel. Um menino misterioso,  apelidado por Gabe que esconde por trás de seu sorriso um segredo triste. Mas junto com Gabe veio também Cléo uma garota antipática ligada ao passado e presente de Gabe por esse mistério que os mantém bastante próximos. 

O livro é surpreendente e emocionante .A  capa é linda ( amei muito essa capa) e quando releio hoje em dia acho parecido com o livro: A culpa é das estrelas (lembrando que Soul Love foi escrito antes, em 2003). São histórias maravilhosas, de personagens fortes que te fazem olhar para as estrelas de uma forma diferente. Regado com músicas e um céu estrelado a história é linda, forte e tocante ( nos levando a lágrimas).


Frases do livro:

“Essa é uma das coisas que as pessoas não nos ensinam quando falam de crescer: como lidar com as dores que não passam com um beijo.”
 “Também não há limite de idade para encontrar o verdadeiro amor. O fato de eu ter só 15 anos quando conheci Gabe não significa que nossos sentimentos não fossem verdadeiros, nem que não pudéssemos fazer a coisa certa, por mais que tenhamos nos machucado.”


[Resenha] Extraordinário.


[Resenha] Extraordinário:


Livro: Extraordinário.
Tradução: R.J Palacio.
Ano de Lançamento: 2013
Número de Páginas: 320
Editora: Intrínseca .
Classificação: 










Sinopse: 

 O livro conta a história de Auggie, um menino que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial. Em um manifesto em favor da gentileza, ele enfrenta uma missão nada fácil quando começa a frequentar a escola pela primeira vez: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.


Sobre o Livro:

Bom o livro conta a história do August (apelidado por Auggie) que nasceu com uma síndrome genética que deixou seu rosto deformado, tendo que passar por vários processos cirúrgicos desde pequenino. August sempre teve o amor e apoio incondicional dos pais e familiares, porém desde cedo teve que lhe dar com muita dor, preconceito  e isso no livro me deixou de coração mole e muito aflita. 

Auggie nunca estudou em uma escola comum antes e desda vez sua mãe achou que estava na hora de prepara-lo para ir a escola e lhe dar com outras crianças. O livro então vai contar o primeiro ano do August em uma escola, suas histórias, experiências, partes boas e ruins. O narrador é sempre em primeira pessoa começando por Auggie e vai passando por outros personagens. Achei este fator bastante criativo e é um diferencial a mais do livro pois você pode ver o ponto de vista dos outros personagens e isso é muito bom para não vemos apenas um lado da história e entender muitas coisas. Outro fator interessante é que cada capitulo tem uma caricatura,frase ou um trechinho de música antes de falar sobre o personagem.




Apesar das lágrimas com a dificuldade de aceitação do August,como ele se sente,bullying e etc...o livro é lindo sim e os personagens maravilhosos prevalecem e saltam da história e para mim foi de uma beleza enorme, sem mencionar que o final não é algo que você espera, fazendo ser melhor que as expectativas. Me fez refletir bastante sobre como é importante não julgar as pessoas pela aparência e sobre a pessoa que quero ser.

Frases do Livro:

Uma coisa tão simples, a gentileza. Tão simples. Uma palavra de incentivo quando precisamos. Um gesto de amizade. Um sorriso breve  
Não, não é tudo um acaso. Se fosse, o universo nos abandonaria à própria sorte. E o universo não faz isso. Ele cuida das suas criações mais frágeis de formas que não vemos. […] Talvez seja uma loteria, mas o universo deixa tudo certo no final. O universo cuida de todos os seus pássaros. 
A única razão de eu não ser comum é que ninguém além de mim me enxerga dessa forma.  
A grandeza não está em ser forte, mas no uso correto da força.





Depois de ler o livro posso recomendar ele tranquila para vocês e também dar uma dica, afinal o livro é maravilhoso e atualmente está rolando uma campanha no site da Cartoon Network que é : chega de Bullying (Não Fique Calado!). Então quem quiser passar lá e assinar para ajudar é só clicar na foto que será redirecionado a página. 


Vamos criar uma nova regra de vida... Sempre ser um pouco mais gentil que o necessário. R. J. Palacio



Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger