Advertisement

Image Map

Resenha: O Livro Das Princesas.



O Livro das Princesas
Capa: Elmo Rosa
Ilustrações: Matheus Lopes Castro
Ano: 2013
Autoras: Meg Cabot, Paula Pimenta, Lauren Kate e Patrícia Barboza
Páginas: 288
Editora: Galera Record
Pontuação: 


Mergulhando em era uma vez ...

Este livro é uma releitura maravilhosa de quatro contos bastante conhecidos que ficaram  modernos e te faz pensar se não vai esbarrar com alguma delas nas ruas. Sinceramente você conhece bem a história mas nessas releituras não sabemos o que esperar ou prever o que vai acontecer.
A ordem dos contos estão organizados da seguinte forma:
-  A modelo e o monstro (Bela e a Fera) : por:  Meg Cabot
- Princesa Pop (Cinderela): por Paula Pimenta.
- Eclipse do Unicórnio (A Bela Adormecida) por: Lauren Kate.
- Do Alto da Torre( Rapunzel) por: Patrícia Barboza.

Porque não uma Bela super modelo? uma Cinderela tão pop que é DJ, Unicórnio mais sem Lady gaga e uma Rapunzel que não vive no alto da torre e sim...ela conhece salão de beleza!  

Sobre Meg Cabot achei seu conto bastante misterioso e convincente com a sua modelo e o monstro ,onde Belle é uma garota forte,decidida,famosa e não esperava encontrar seu amor em um cruzeiro,seu monstro não é uma fera peluda,mas a mensagem de que Belle (Bela) não liga para aparência e sim para o coração permanece bem clara desde o clássico. 

Com a Paula Pimenta meu coração foi sacudido na pista de dança com a Cintia DJ que está enfrentando dramas como o divorcio dos pais,depois de tê-lo pego traindo sua mãe. Paula Pimenta aproximou a Cintia ( Cinderela) da gente por ela passar por problemas que poderia acontecer com qualquer outra pessoa. Cintia usa celular,gosta de All Star,ama ser Dj nas horas vagas e em um desses trabalhos conhece o seu príncipe Frederico. É uma versão linda,que faz você sacudir o livro desejando que tenha mais. Fora as modernidades algumas influências do clássico permaneceram para nos apaixonar como a perda de um dos sapatinhos (All Star), o príncipe em busca de sua princesa,a madrasta malvada e suas irmãs chatas...porém confesso que fiquei feliz pela Cintia não ser órfã e ter seus dois pais vivos. Não tem como não amar né? ficou sendo meu favorito na mesma hora.

Amo Lauren Kate desde Fallen mas achei um pouco fraco esse conto com unicórnio, não entendi muito bem,ficou umas lacunas estranhas e no final fiquei com a sensação de quem faltava algo (e depois?). Essa história não possui rocas de fiar e sim unicórnios,onde Percy que saiu muito chateado de um termino acaba se envolvendo e encontrando uma princesa adormecida.

 Patricia Barbosa surpreendeu com seu do alto da torre e salvou o dia. Amei a história de Camila ( nossa Rapunzel) que sim tem seu "cabelão" como no clássico,mas não suporta mais o calor e o trabalho que ele dá. Nossa princesinha atual tem 14 anos e só poderá cortar seus cabelos longos aos 15 no dia em que a promessa da sua tia chegar ao fim,mas não tem uma tia malvada muito pelo contrario a promessa foi feita para que a garota melhorasse de uma doença. Mila é uma cantora misteriosa que posta videos na internet com a ajuda de seu melhor amigo Pedro usando o nome falso de Mila Tower e confesso que essa dupla identidade me envolveu e me fez querer ler muito sobre essa Girl power. 



Resenha: Princesa Adormecida.


Princesa Adormecida
Ano: 2014.
Autora: Paula Pimenta.
Páginas: 192
Editora: Galera Record
Pontuação: 

Sinopse:
Era uma vez uma princesa... Você já deve ter ouvido essa introdução algumas vezes, nas histórias que amava quando criança. Mas essa princesa sou eu. Quer dizer, é assim que eu fiquei conhecida. Só que minha vida não é nada romântica como são os contos de fada. Muito pelo contrário. 

Reinos distantes? Linhagem real? Sequestro? Uma bruxa vingativa? Para mim isso tudo só existia nos livros. Meu cotidiano era normal. Tá, quase normal. Vivia com meus (super-protetores) tios, era boa aluna, tinha grandes amigas. Até que de uma hora pra outra, tudo mudou. 

Imagina acordar um dia e descobrir que o mundo que você achava que era real, nada mais é do que um sonho. E se todas as pessoas que você conheceu na vida simplesmente fossem uma invenção e, ao despertar, percebesse que não sabe onde mora, que nunca viu quem está do seu lado, e, especialmente, que não tem a menor ideia de onde foi parar o amor da sua vida.

Se alguma vez passar por isso, saiba que você não é a única.

Eu não conheço a sua história, mas a minha é mais ou menos assim...


Para Sonhar acordada:

Paula Pimenta fez uma nova e brilhante versão para a história de que já ouvimos falar (A bela adormecida) deixando empolgante e tão delicado quanto. Conta a história de Áurea Roseanna ,que por causa de uma paixão não correspondida que Marie Malleville sentia pelo seu pai no passado teve que se separar dos seus pais,e vim morar no Brasil com o nome de Anna Rosa sobre a proteção de seus três tios (detalhe:não são as três fadas madrinhas). Anna foi privada de muitas coisas e estudou em um colégio só para meninas,mas isso não impedi-o de encontrar o amor(seu príncipe) e de um desfecho incrível capaz de arrancar suspiros. 

Sem falar que Paula Pimenta surpreendeu também ligando ainda mais o livro com o publico jovem colocando como trilha sonora a música Rainbow da cantora Colbie Caillat. E também no detalhe dos personagens usarem celular e acessar a internet. 

Rainbow - Colbie Caillat 
"Onde quer que você esteja, onde você venha a estar, você é a mesma ou está sonhando do outro lado esperando por mim." 

Frase do Livro - para se apaixonar : 
- Acho que sim. O amor deixa as pessoas loucas,é isso? 
Eu sorri no escuro e segurei meu telefone com mais força.Sim aquilo provavelmente era loucura.Mas o mais estranho era que eu não queria me curar.

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger